21 de dezembro de 2017

✈ Irish Residence Permit: Não é tão difícil quanto parece!


Já confesso pra vocês que me colocaram a maior pressão na hora de tirar o meu Irish Residence Permit (ainda era o GNIB) aqui. Para quem não sabe, depois de passar pela imigração no aeroporto, se você pretende ficar mais de 90 dias no país, você tem 30 dias para se registrar oficialmente na agência oficial de imigração, que fica bem no centro de Dublin. Se passar do tempo que o oficial registrou o seu visto, e você não aparecer na imigração, você pode ter problemas futuros com a Garda. 

O GNIB mudou para o Irish Residence Permit em dezembro de 2017, para se alinhar com o registro de residência de imigrantes para a União Europeia. 

Para você poder se registrar, antigamente, era só aparecer na agência e esperar, numa fila LOOOOOOOOOOONGA e tenebrosa pela sua vez. Era terrível, e reza a lenda que a fila poderia durar dias (!!!). Enfim: buscando sempre o melhor, a Irlanda agora deixou o processo de "appointment", ou seja, o agendamento da sua entrevista, todo online. Inclusive, se você ainda não fez, pode fazê-lo clicando neste link aqui.

O processo em si é bem simples: você leva seus documentos no dia do agendado e, quando chamarem seu número no painel, você se apresenta ao oficial com seus documentos. A lista de documentação para ser apresentada é a seguinte:

*Passaporte Válido por todo o período que você estará no país
*Carta da Escola (escolas fulltime, que tenham no mínimo de 15h semanais)
*300 euros para o pagamento do visto (que pode ser pago em débito OU cash)
*Comprovante do seguro governamental obrigatório
*Comprovação dos 3 mil euros 

Sobre a comprovação: Eu levei um extrato de simples conferência, em uma folha A4, carimbada pelo banco, que eu pedi direto para a gerente. Como o valor total em Reais vai depender da cotação do Euro no dia, resolvi colocar algumas gordurinhas na conta, só por precaução. Não precisei traduzir ou levar o valor em uma conta irlandesa: isso é BULLSHIT, acredite em mim! (Até porque, fiz isso DUAS vezes! Uma comigo, e outra com o boyfriend, além de ter visto VÁRIOS amigos fazerem o mesmo). Os oficiais fazem o cálculo na hora, então, fique sossegado com isso! 

Serei bem sincera com vocês: várias pessoas querem, seja para o bem ou mal, palpitar no seu intercâmbio. E lá, acredite, a situação pode ser AINDA PIOR. Então uma dica que eu dou é: NÃO SE APAVORE. Converse com quem já fez (preferencialmente mais de uma vez) e não caia na besteira de conversas aleatórias sobre a entrevista com a Garda. Foi algo completamente tranquilo (BEM DIFERENTE da tensão durante minha entrevista com o Consulado Americano no Brasil - clique aqui para ler), e com você, também vai ser.

Eles fazem algumas perguntas simples, e muitas vezes sequer fazem perguntas, sem ser pedir seus documentos, e o seu endereço de residência no país. É nessa hora também que vão tirar uma foto sua, para o documento oficial, e você paga a taxa.

Depois da breve entrevista, vão colher suas digitais, e pronto: só esperar e partir pro pub  abraço


Mais molezinha que isso, só dois disso! Inclusive, se você tiver alguma dúvida, é só deixar nos comentários nesse post, que eu farei o possível pra te ajudar!


Um super beijo! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimos posts: